Quantos andam por aqui?

7 de dezembro de 2011

Não sei bem

Os dias são estranhos. São assim-assim. Nem sei bem.

Coisas boas acontecem. Planeiam-se dias de festa. Os trabalhos vão-se fazendo.
O exame de condução está quase aí. Há problemas. Pessoas. 

Pessoas. O problema de tudo está aí mesmo, nas pessoas. Não conseguimos viver sem elas, mas éramos tão mais despreocupados sem elas. Eu já deixei de acreditar, sabem? Há gente que me diz "Eu ainda acredito, desta é de vez", mas eu não. Separaram-se pessoas, casas, vidas. Faz-se crianças crescerem para jovens, jovens para quase-adultos. Tenho medo. Medo de não estar à altura.

Penso muito e em tudo. Se eu desaparecesse amanhã, ia ser lembrada pelo quê?

Daqui a nada faço 20 anos. Sinto-me triste. Triste e sozinha.

6 comentários:

Batata Frita disse...

O pessoal da blogosfera está aqui, como é que te sentes sozinha? :)))

Green disse...

Não penses assim. Eu acho que isso será apenas uma fase má, estás com alguns problemas às costas e não consegues desapegar-te deles. Tens de seguir em frente e ser forte por ti mesma. Beijinho e muita força.

Anónimo disse...

Hey!
Há já algum tempo que passo por aqui sem comentar.
Pode parecer que não, mas as coisas melhoram :)
Na verdade estou a comentar por outro motivo, fui uma ávida fan de U2, acabei coleccionando algumas revistas (inclusive as oficiais, Propaganda) das quais já nem me lembrava e reencontrei à dias. Estive mesmo para as meter no ecoponto mais próximo mas achei que talvez ficassem melhor entregues ctg. Se estiveres interessada
ladytram@hotmail.com

(são antigas - tempos da Popmart e afins :)

Sara sem Sobrenome disse...

Todos temos dias maus, na verdade. A vida às vezes não corre como nós gostaríamos que ela corresse, mas não podemos desanimar. Melhores dias virão, o céu é azul e, caraças, estamos vivas! Ânimo.:)

Bruno Gaspari disse...

Tão importante é ser feliz seja como for, que essa seria a melhor maneira de ser lembrado: pela felicidade sentida, mesmo que por minutos;)

Abraço

Maggy disse...

claro que estás à altura. mas ser fraco não é defeito, todos nós temos um momento que nos faz perder as forças, que nos faz desistir e cair... mas vai haver sempre algo que nos volte a levantar. um dia de cada vez;) e com o tempo vais ficando ainda mais forte