Quantos andam por aqui?

20 de dezembro de 2010

Se eu não tivesse tido a ideia de ir ao Colombo; se não tivesse tido a ideia de ir ao Starbucks da baixa; se não tivesse tido a ideia de ficar naquele exacto lugar do metro, não me tinha acontecido a melhor coisa em todo o mês.

Estava no metro com a minha irmã e parámos na Avenida. Quando olho para as pessoas que vão a entrar, todo o meu ser parou! "OH MEU DEUS" era a única coisa que me passava pela cabeça. Abano a minha irmã e pergunto baixinho "Oh C*, aquele não é o David Fonseca?!?*" e ela diz-me que não. Passado uns instantes ela olha para mim com um olhar cheio de espanto e surpresa e diz-me que sim, que é. Todo o metro se iluminou perante os meus olhos. Ooohh o mundo era um lugar tão melhor naquele momento! Lá estava ele: all-stars, óculos e headphones. Perfeição, ali diante dos meus olhos. A minha irmã, coitada, quase que tinha o coração a sair-lhe pelo peito. E eu só sorria! Ela lá ganhou coragem e foi ter com ele. Tocou-lhe, timidamente, no braço. Ele não deu por nada. Ela voltou a tocar-lhe e quando reparou nela (ele é altíssimo, teve de olhar imenso para baixo!) tirou os headphones e ela perguntou numa voz baixissíma "Olha desculpa, podes dar-me um abraço?" ao que ele respondeu "Desculpa?" porque não tinha percebido, de tão baixo que ela falou. Quando percebeu o que ela queria riu-se e lá lhe deu O abraço. No fim sorriu para mim e quando olhou para ela desejou-lhe um bom natal. Saímos na mesma estação. E lá foi ele. Simpático e fantástico. Eu não queria acreditar! Quanto à minha irmã? Chorou durante uns bons dez minutos. Mas não foi um chorar levezinho. Não não. Foi um soluçar daqueles mesmo sentidos! Ela estava em choque. Aliás, ainda está, passadas umas quantas horas. Eu bem que queria tê-la levado a um dos concertos que ele vai dar no Teatro S. Luiz, mas isto foi melhor que um concerto!



*Eu sei bem quem ele é, mas foi tão irreal ele estar ali que eu não queria acreditar!

4 comentários:

Leila Maria Margarida disse...

A minha reacção resume-se a um palavrão ;;

C* disse...

foi o melhor dia da minha vida *-*

Pinkk Candy disse...

Uau. inesquecível, isso já foi "a" prenda de natal perfeita. :)

Green disse...

foi sem dúvida, bem melhor que um concerto :)