Quantos andam por aqui?

23 de dezembro de 2010

Não sei... O que achas?

Às vezes preferia não saber e ver certas coisas. A ignorância consegue ser uma coisa fantástica, a sério. As pessoas vêm ter comigo e contam-me coisas que, mesmo não vendo, mexem comigo. Ontem disseram-me "Parece uma jovem apaixonada" e isto levou-me a outro assunto mais levezinho, digamos, mas que também me faz uma certa confusão. Pessoas obcecadas apaixonadas mas que nem sempre são correspondidas. É fofinho ter alguém que nos aqueça os pés? Não duvido. É agradável partilhar os mesmos gostos com outra pessoa? De certeza. Mas e quando toda esta fofura só existe na cabeça de uma das pessoas? Quando não é real? Fica-se sem opinião própria. Para quê? Fazer tudo, e quando digo tudo é quase mesmo tudo, em função de outra pessoa só para a agradar dá-me uma certa comichão. Eu rio-me. É patético, no mínimo. Sim, chamem-me insensível. Aposto que neste momento estão a pensar "Mas se a pessoa está apaixonada, é normal que queira agradar à outra, que queira ser prestável.".As as obsessões não são saudáveis e nunca o foram. Eu prefiro muito mais que me contradigam, caso seja a personalidade da pessoa, do que digam "Sim sim, também acho" só para me fazerem a vontade. Personalidade gente, personalidade!

5 comentários:

na america profunda disse...

Minha querida D* desejo te um Santo e Feliz Natal
ja conheci o blog fofinho da tua mana
beijinhos

Sara sem Sobrenome disse...

Olha, o amor consegue pôr-nos a fazer o pino. É certo que muita malta chega a perder a pouca dignidade que tinha, mas é o amor...:)

Phil disse...

tenhi de dizer que concordo...lol

Green disse...

concordo, a personalidade é algo muito importante e que todos nós devíamos ter.

disse...

Não podia concordar mais !