Quantos andam por aqui?

17 de agosto de 2010

Graça a duplicar

Quero-te escrever qualquer coisa especial, qualquer coisa bonita e cutxi-cutxi, qualquer coisa de irmã para irmã. O que é que se diz nestas alturas? Digo que foi a coisa mais difícil que fiz até hoje (até o exame de geometria foi mais fácil!)? Ou que estou a chorar feita Maria Madalena porque morro de saudades? Ou que vou ter saudades de te ir acordar, pondo-me em cima de ti a fazer cócegas? Ou (acho que me vou arrepender disto) que até vou ter saudades de me vires acordar dizendo "A mãe disse que me batia se eu não te acordasse" sabendo eu que estavas desejosa de me vir acordar e que a mãe nunca te disse nada disso? Não sei, não faço ideia. A minha especialidade não está em escrever estas coisas, só pode.
Sabes, apesar dos pais se terem separado, continuas a ser a minha irmã preferida. Não penses algo do género "Oh mas eu sou a tua única irmã" porque isso não é para aqui chamado, chio! Continuo a ser a mesma irmã galinha. Quero continuar a importar-me com a música que ouves. Sim, eu desculpo-te por ouvires Justin Bieber, eu desculpo-te (talvez mais tarde me vá arrepender, não sei). E também te desculpo pela marca de batom que deixaste na cara do Bono, na t-shirt que te dei! Olha qu' isto... uma marca de batom no meu Bono! Quando voltares tens a cara do teu Justin Bieber cheia de batom, vais ver! Ahahah lembraste quando íamos ao roupeiro e tentávamos descobrir roupa da mãe que te servisse (apesar de teres uns 6 ou 7 anos), para irmos fazer passagem de modelos? Eu adorava maquilhar-te e fotografar-te! Lembro-me perfeitamente, de teres vestido uma camisola da mãe que te fazia de vestido, colants roxas e os meus sapatos de sevilhana.
Para mim irás ser sempre pequenina, independentemente de já ires para o 7º ano ou por já vestires t-shirts que eu compraria para mim :)

7 comentários:

Leila Reis disse...

os irmãos mais novos são sempre os nossos pequeninos e os nossos protegidos, que adoramos e que nunca vamos deixar que sejam infelizes, além de por vezes eles se queixarem que controlamos a vida deles ou que somos chatas.
está lindo o texto.
um beijinho D.

na america profunda disse...

Lindo lindo lindo
amor de irmas esta tudo dito
muitos beijinhos D* quando deres por isso tens a tua maninha ao pe de ti

Flor disse...

Desafio#2 no meu blog. :)

maria teresa disse...

Ai essas saudades e esse amor fraternal...
Abracinho

A MARZ disse...

Nestas alturas éh bom pararmos um bocadinho e darmos valor às pessoas que mais nos acompanham e que nem sempre lhes dizemos o quanto gostamos delas. Mais do que nunca ela deve precisar de saber o quanto lhe és importante :)

Gaúcha*** disse...

Ah que lindo textinho...!! Também eu tenho uma irmã mais nova que muito amo. O texto me fez lembrar dela..
Adorei!! Um bjinho =)

Flor disse...

Apesar das asneiras deles são sempre nossos irmãos, os nossos protegidos e adorados. :)