Quantos andam por aqui?

28 de abril de 2010

Não me sai da cabeça

E porque não me sai da cabeça o que o meu prof. hoje disse em relação à minha pessoa (obrigado senhor professor por me aumentar a confiança, estou-lhe muito agradecida) não consigo fazer nada de jeito. Ah querem saber o que ele disse? Portanto, o senhor acha que eu não sei mexer no AutoCad e que não sei nada daquela disciplina.  É ele e o de desenho, que disse que já viu trabalhos meus hediondos. Oh homem, se é assim esteja caladinho ou então diga-me isso só a mim, pode ser? Agora em frente a uma turma... eh não é muito bonito.

Eu sei que não sou boa (mesmo mesmo boa) a uma coisa, eu sei! Agora escusam é de me dizer isso. Já me custa estar na aula de GD e estar a pensar "ai D* Maria ou estudas até não conseguires mais ou vais chumbar tanto..." ou então estar na aula de Ciências Aplicadas e ter quase um piripac com tanta fórmula e todas elas parecidas. Mas eu sei! Bolas, com estudo e empenho eu consigo. Agora as pessoas fazem de mim é uma lerdinha de primeira apanha. Mas sempre foi assim. Lembro-me do que se passou uma vez no 9º num teste de fisico-química. Eu e uma colega esquecemo-nos de colocar o nome do teste. Quando a profª foi a entregar os testes deu um dos testes a uma colega e disse "muitos parabéns, tiveste a melhor nota da turma!" quando fui a ver o teste era o meu. Percebem? Eu posso fazer o melhor, mas como é meu nunca é bom.


Acho que me vou é dedicar à pesca...  Mas enquanto não escolho a cana adequada, o tipo de fio, os iscos, boías e afins, vou matar, mais um bocadinho, os meus olhos no AutoCad.

6 comentários:

na america profunda disse...

Ha muito gente parva neste mundo realmente...
Nao desanimes tu sabes o teu valor.
bjoooo

A do giz disse...

Pois infelizmente para nós o objectivo de uma greve é mesmo essa ciar impacto. Numa especie de tentativa de ter mais apoiantes da causa, quer por trabalharem para a empresa em questão quer por ter sofrido com a greve, entendes?
Coragem, coragem que com este calor andar por ai é tudo menos confortável Lol
Beijihos

Isabel disse...

Olha querida, eu prefiro ouvir verdades do que mentiras encorajadoras!(:
Eu sei que é amu ouvir essas coisas, mas ás vezes é mesmo necessário, porque são palavras que mesmo más têm uma função, a função de darmos ainda mais de nós, como nunca pensamos!
Só serve para te dar mais força!(:

å½xandra disse...

Na faculdade, isso é o que mais ouves. Alguns professores não entendem que isso destrói e corrói mais do que constroi numa pessoa...
Mas força nisso, tu podes não ser brilhante, mas quando puderes, nos teus tempos livres dedica-te a aprender por ti mesma, por gosto! Não por obrigação de o surpreender, que só fará pior a ti mesma...
E acima estás tu.
t.care *

maria teresa disse...

Querida Daniela esse homem devia largar o emprego e dar lugar a outro que perceba, pelo menos um pouco, do modo como se deve lidar com as pessoas. É evidente que se a própria D reconhece que sabe "pouco" dessa ou dessas disciplinas, os professores devem-lhe chamar a atenção para esse facto, mas podem-no fazer de modo a incentivá-la a fazer melhor...
Abracinho

Leila Reis disse...

Ohhh D*, não gosto quando estás em baixo, não sei explicar porquê, mas fico triste por isso. Tu és boa no que fazes, e falo das tuas telas que já aqui colocaste, estavam extraordinárias!! Confia mais e, ti, e acredita mais nas tuas capacidades.
Beijinho =)