Quantos andam por aqui?

13 de outubro de 2009

Os designers estão acima do seu tempo

Ai as minhas canelas! Acho que já não me lembrava destas dores, é que já não tenho educação física há uns meses, e o corropio de ontem equivaleu a umas 2 aulas. Hoje a perna direita para se mexer tem de pedir autorização à esquerda, pois é, só assim é que a dona delas consegue andar (minimamente) bem. E depois para a coisa melhorar tive quase 1 hora em pé para pagar uma coisa e quando chegou a minha vez estive lá uns 5 minutos.

Portanto, continuando nesta coisa da preguiçite aguda, já alguma vez vos aconteceu que quanto menos se querem mexer mais as coisas vos escapam das mãos? Já perdi a conta às vezes que deixei cair coisas ontem e hoje das mãos, a sorte é que são coisas molinhas e que não se partem. Ainda agora estava a ver a roupa que amanhã vou vestir e caiu-me tudo da mão assim do nada! E antes disso, quando a roupa ainda estava em montinho dentro do roupeiro, o dito cujo do amontoado decidiu começar a descambar. Eu bem que tentei agir o mais depressa que conseguia e para fechar a porta... mas o inevitável aconteceu: cairam as calças todaaaas. Ah sorte!

Hoje senti, pela primeira vez em alguns meses, saudades daquele espírito artístico! Daquelas ideias malucas e descabidas que nunca passariam pela cabeça de uma pessoa "normal", de falar de arte com entusiamo, de respirar criatividade! Mas não "Aqui não há aquela coisa da inspiração". O meu prof. de simbiótica acha que "Os designers estão acima do seu tempo. Ser designer é que é fixe. Ninguém quer saber da Mona Lisa ou de um quadro do Duchamp, querem é saber dos novos iPods e dos telemóveis última geração". Olhe desculpa lá sim? Desculpe lá se eu paralisei e não conseguia pensar em mais nada quando vi a Mona Lisa e se adoro o Duchamp, desculpe sim? Mas vá o prof. até é simpático e tal, até diz umas piadas engraçadas (faz-me lembrar o meu prof. de português, mas não lhe chega aos calcanhares!). Ah! Acho que descobri a professora de uma professora muitooo (uiii, eu adorava-a, ui ui *cof cof*) que eu tive. A sério. Ambas as senhoras não conseguem falar sem acabar as frases com "eh pa não" ou "eh pa porque sim" ou com qualquer coisa assim do género. Eh pa não!

Quero as minhas professoras de desenho de volta! E a professora de g.d.! Vááá lááááá

13 comentários:

Fernas disse...

pois... mas a vida evolui...os profs vão mudando! Vais ver que acabas a gostar destes...

ADEK disse...

O meu prof-pesadelo também usava bastante o "eh pa":X

S* disse...

Ainda bem que no mestrado não há disso. eheheh

maria teresa disse...

Ainda bem que já estou aposentada (remetida aos meus aposentos(?), logo eu que ando sempre de um lado para o outro)assim não posso ouvir "coisas" semelhantes dos meus alunos... Será que ouviria? Lol

tanya disse...

As tuas professoras iriam ficar tão orgulhosas se te estivessem a ler!!!

Beijinhos*

Caroline Farias disse...

Já me aconteceu muitas vezes de eu deixar cair as coisas das minhas mãos do nada, me sinto inutil assim! Mais de uns tempos pra cá nunca mais tive isso!

beijo ;*

Artamidae disse...

preguiçite aguda acontece-me muito! e também me dá a nostalgia do espírito artístico!
também já ouvi essa ideia do 'ser designer é que é fixe'.
tive uma cadeira de Design e o professor fazia questão de dar a entender isso (e ele era arquitecto, mas com mestrado em design, enfim...)
e que tal estás a achar as aulas?
**

na america profunda disse...

ola D* como te compreendo eu tambem estudei Design mas a minha paixao sempre foi o impressionismo, o expressionismo o cubismo e por ai fora e as saudades que eu sinto das oficinas de arte e de mexer no barro e nas tintas ... enfim bons velhos tempos.
Boas aulas

*Nós* disse...

O prof das minhas terríveis memorias de adolescente era apelidado de professor Chavetas, porque tudo o que era apontamentos ele tinha que usar mil e uma chavetas.
E para completar, tinha um cortezinho de cabelo que era uma grande careca no topo da cabeça, mas compridinho em baixo, na zona da nuca e pescoço, ele usava uma espécie de gel, ou lá o que era aquilo, e enrolava esse pouco cabelo, fino e longo, de forma a que pareciam mesmo pequenas chavetas LOOL
Mas como se isso não fosse já uma imagem digna de pesadelos e terapia, ele tinha o belíssimo habito de fechar a mão num punho cerrado, e bater com os nós dos dedos na cabeça dos alunos que não respondiam certo ás questões que ele fazia. Como podes ver era um fofo LOL :P

Um beijo

A.Menina

Artur Morais disse...

Pedir pela antiga prof de GD é desespero a mais :/

Artur Morais disse...

Oh que porra, depois de ler o outro post é que vi que também és do IADE! xD

Cat disse...

Não ligues, isso se calhar é a opinião desse professor em particular e não a opinião geral. Deves continuar a gostar do que gostas :)

Anónimo disse...

Bemerkenswert, der sehr lustige Gedanke cialis online cialis 5mg preis [url=http//t7-isis.org]viagra online kaufen ohne rezept[/url]