Quantos andam por aqui?

3 de setembro de 2009

Porque é que os telefones têm de tocar de manhã?

Hoje começei o meu dia da forma mais irritante (na minha modesta opinião, é claro) que pode existir: com o telefone a tocar. E o pior não é o facto de ele ter tocado às 9 da manhã, o pior mesmo é ter de descer uns 20 degraus para o atender, isso sim põe qualquer pessoa com um humor daqueles... Portanto eu deixei o dito-cujo tocar e tocar e de repente parou "ah bom" pensei eu, mas como era bom de mais começou a guinchar de novo. Lá me levantei e fui atender... para melhorar a coisa a minha voz estava uma coisa muito estranha (odeio falar quando acordo!). Então a conversa que eu tive foi a seguinte Eu:"estou?" PessoaDesconhecida:"sim, eu recebi uma chamada para o telemóvel deste número" Eu:"não, deve ter sido engano, daqui não foi" PessoaDesconhecida:"Foi foi, ah se calhar foi engano. Quem fala?" Eu:"Sou a Daniela... estou a falar com quem?" PessoaDesconhecida:"Ah pois, se calhar foi mesmo engano". Eu nem respondi a esta última frase, desliguei logo e na minha cabeça só passavam coisas impróprias para se dizer de manhã (AAAAAAHHH!). Portanto como já estava de mau humor o melhor era continuar e não deitar-me, por isso fiz a cama antes que a tentação fosse maior que o humor. Sentei-me na sala e começo a ouvir uma música dos Abba que vinha do telemóvel da mãe "porquêêêêêê?". Blá blá blá blá e oiço a mãe a dizer "Ah sim Joana, telefonaste agora aqui para casa? Ah era a tua prima Daniela ao telefone" O QUÊ? Ah portanto estive uns 2 minutos ao telefone com uma pessoa que conheço à 17 anos e não sabia... adoro a minha família! Tudo isto para chegar à conclusão de que as pessoas são umas interesseiras de primeira! Eu não vejo a minha prima à mais de 1 ano e agora decide telefonar cá para casa às 9 da manhã, porque lhe convem... 'tá bem então.



Posso dizer que estou cheia de medo que a universidade começe? E que penso nisso todos os dias, e a cada dia que passa não me consigo imaginar lá? Oh senhores...



P.S.: Ando numa fase de mudar tudo, hoje o meu espaçinho aqui não foi excepção!

2 comentários:

Artamidae disse...

há gente inconveniente... pior quando é na nossa família, não há paciência!
também eu estava com medo da universidade... aliás, ainda estou!:-)

J. disse...

Ahhh, que parvalheira pegada. Normalmente quando ligam e fazem a bela da pergunta: "Quem fala?" e eles é que ligaram, eu respondo sempre " Com quem é que quer falar? ". Há muitos tarados por aí, ainda bem que no teu caso é só uma prima interesseira ( o que mesmo assim não é pouco ).

E sempre vais voltar a estudar :) Posso perguntar, o quê?

Coragem! *