Quantos andam por aqui?

16 de julho de 2009

Tenho tantas ideias soltas, tantas palavras sem nexo que não sei por onde começar. Ora bem, como ando a fazer listas para tudo porque é que não faço também isto por "pontinhos"?

1 . Qual é que será a sensação de ter tudo e ser-se tudo e depois não ter nada nem ser-se nada? Isto veio de uma conversa que tive com a minha mãe, naqueles dias em que eu tinha um ataque de fúria vindo do nada. "Aproveita agora porque qualquer dia os teus filhos dizem "A minha mãe é mãe, não mulher"... aproveita agora a vida enquanto és jovem", não consegui evitar sentir-me mal depois de ela me dizer isto.

2 . Tenho a secretária cheia de óleos de todas as cores, pinceís de vários tamanhos, lápis de cor, aguarelas e lenços de papel ensopados em cores, mas mesmo assim não ando com paciência para acabar o Bono (uh??) nem para acabar o desenho que começei há uns dias....

3 . Se a semana tem tantos dias e o mês então nem se fala, porque é que a minha avó decidiu começar as limpezas agora? A sério, expliquem-me porque eu não entendo. Mas o pior não é isso (ou se calhar é, óh não sei!), é que eu tenho uma certa facilidade para espirrar, o que se torna um bocado irritante...

4 . Fotografia... nem comento! Há que séculos que não ponho a máquina ao pescoço e vou fotografar... nem comento!

5 . Começo a não ter assim tanto medo da mudança, começo a gostar da ideia. Sabe bem fazer planos e imaginar a vida daqui para a frente. Vai-me fazer bem, sei que sim! "A minha filha vai estudar até aos 40 portanto..." ahahaha e daí? Por falar em estudar, no outro dia enquanto arrumava a minha secretária e mexia e remexia nos papeís (in)úteis achei uma coisa que me deu medo, a sério que sim! As minhas notas da escola, desde o 5º até ao 9º ano, oh meu deus! "Tiveste negativa a matemática! Sempre pensei que eras excelente" tão ingénua! Vou ser sincera, a escola para mim nunca me atraiu muito só EVT. Só começei a gostar de estudar a partir do 10º (ano de muitas mudanças) e desde que lhe ganhei o gosto não quero parar.

2 comentários:

Artamidae disse...

eu também sou de fazer listas mas acabo sempre por não as cumprir...
acho muito bem quereres estudar "até aos 40"!
também tenho andado a pensar sobre isso e lembro-me do meu pai que fez diversos cursos e está a concluir o doutoramento... aprender é evoluir!
força com esses planos!

J. disse...

Concordo com a Artamidae, também faço listas e depois nada!

Se estudar é o que te faz feliz, então go for it! Acho que nada de mal deve vir daí ;)