Quantos andam por aqui?

16 de março de 2008

Sonhos Roubados


Porque é que as pessoas são tão más e nos põem na realidade num instante?
A mim bastaram-me menos de 5 minutos para perceber que o mundo não era aquilo que eu sempre imaginei. Foi preciso alguém me tirar tudo o que eu tinha para eu perceber que o mundo afinal não era justo. Lembro-me desse pedaço de minutos como se tivesse sido ontem que aconteceu.
Para mim era mais uma 6ª feira normal. Vinha para casa com uma colega e vinhamos a falar da semana que tinha sido dificil, mas que agora com o fim de semana á porta íriamos finalmente descansar. Mas toda esta tranquilidade caiu por terra. Enquanto entregava as coisas assim de mão beijada com uma faca apontada à barriga e sem puder gritar ou fugir, senti-me aterrada de medo. Agora que penso nisso acho que nunca senti tanto medo. Depois do medo ir embora juntamente com as minhas coisas chegou a desilusão e a seguir a raiva. Era um turbilhão de sentimentos incrivel. Todos os dias me lembro deste episódio, e vem-me sempre à cabeça uma pergunta "o que é que teria acontecido se eu tivesse tentado fugir ou gritar?". Quando dou por mim a tentar dar respostas a estas perguntas deparo-me com situações extremas e marcantes. É incrivel como uma rapariga igual a mim me pode ter deixado assim. Muita gente diz que lá por dentro existe uma pessoa e que também sofre como nós. Mas bolas, para quê isto tudo? É uma maneira de se vingarem do ambiente que têm em casa ou da vida não lhes correr bem? Então e eu, que passei a ter medo de andar sozinha na rua ou até mesmo de estar sozinha em casa? Acho que o que estas pessoas fazem não têm perdão.
Foram os minutos mais marcantes da minha vida... pareceram na altura uma longa e dura hora.

1 comentário:

Buh! disse...

oh querida tens de ultrapassar isso, tens de pensar que não te aconteceu nada e que esse tipo de coisas que te levaram não é importante, era pior se tivesses reagido..ainda te tiravam a vida e so tens direito a uma..enquanto que ipod's e telemoveis podes ter imensos.