Quantos andam por aqui?

30 de setembro de 2011

Coisas que me fazem pensar "Porquê a mim?"

O meu avô é, se calhar, a pessoa que eu mais respeito e admiro. Admiro a sua forma de pensar, de encarar a vida. Somos muito parecidos. Quando queremos algo fazemos sacrifícios, escolhas, abdicamos de algo por algo. Quando eu erro ele faz com que o erro pareça mais pequenino, não tão grave, que tudo passa. O meu avô tem uma confiança em mim que eu até tenho medo que ele algum dia a perca. É importante para mim saber que alguém confia em mim, que espera algo de mim. E eu tenho medo de fazer algo que o desiluda. Tudo isto para explicar o que se passou ontem e que hoje já me deu uma senhora dor de cabeça e horas de choro: fui vítima de fraude com o cartão de crédito do meu avô. Ontem levantei uma importância mínima e a seguir fizeram uma compra, com esse mesmo cartão mas que esteve sempre comigo, num preço 40 vezes superior. Hoje quando descobri nem queria acreditar. Chorei. Culpei-me, embora eu não tenha tido culpa. O meu avô? O meu avô acalmou-me, disse que na 2ª feira vai ver o que se pode fazer e tentar descobrir onde se deu a tal compra.

O meu avô é um 2º pai para mim.

3 comentários:

*C*inderela disse...

tem calma querida, todos nós estamos sujeitos a trafulhices alheias. o mais importante disto tudo é o teu avô estar contigo. não vale a pena sofreres por algo que não foi culpa tua. é chato, é, mas pode ser que as coisas se resolvam rapidamente.

bjokas

Green disse...

Tens de ter calma, não foi culpa tua, infelizmente cada vez mais há esse tipo de coisas, há esse tipo de pessoas mal intencionadas e que não pensa nem 2 vezes antes de roubar aos outros.
Vais ver que tudo se resolve pelo melhor.

Alexandre disse...

que horror! espero que resolvas a situação