Quantos andam por aqui?

14 de outubro de 2010

Sonhei que uma vaca de 2 metros estava no Cais do Sodré e quando a malvada me viu, desatou a correr atrás de mim. Felizmente estava um monte enorme (e quando digo enorme, é mesmo enorme!) de massa cozida no chão, então o bicho achou por bem comê-la, em vez de me comer a mim.

Eu acho que na minha outra vida fui surrealista. Ou cozinheira-de-apenas-massa-cozida. Ou tratadora de vacas. Passo a explicar: se tiver sido surrealista, o sonho que tive hoje à tarde pode ser explicado. Uns copitos a mais, uns cigarros que excederam o limite... coisas assim. Se tiver sido cozinheira-fazedora-massa-de-cozida, devo tê-la deixado a ferver em demasia e isso feriu-lhe os sentimentos. Caso tenha sido tratadora de vacas devo-me ter esquecido de alimentar os bichos.
Caso a opção seja o surrealismo, isso explica o sonho que tive. Nunca, em tempo algum, uma pessoa normal sonha com vacas com 2 metros de altura que mais parecem tanques de guerra. Jamais! [Caso sejam excepção, tal como eu, juntem-se a mim, vamos formar uma liga de pessoas que sonham com vacas mutantes. Let's rule the world!]. Eu juro que não ingeri nada que pudesse originar este sonho. Vá, se calhar foram os 2 mini-donuts que comi. Naaah, não me parece.
Caso escolham a opção número 2, a da cozinheira-fazedora-de-massa-cozida, passo a explicar o que vi. Sabem quando há obras em casas e vemos aqueles montes gigantescos de areia no passeio? Aqueles montes mesmo grandes. Sabem? Era assim! Mas em vez de areia era massa. Era tanta tanta tanta massa que acho que aquilo dava um filme. Podia intitular-se de "Massa 2 - O regresso". Só podia!
Por último, tratadora de vacas. Até hoje eu achava as vacas fofinhas. Têm pêlo cutxi, um ar fofinho, andam sempre nas calmas (isto sou eu a descrever as vacas alentejanas, não sei se as outras são iguais). Pois, são muito bonitas não são? São. Lindas. Uns amores. A do meu sonho também não era! Era enorme. Parecia um tanque de guerra. Era tipo Cavalo de Troía. E a boca? Ai ai ai ai. Aquilo parecia um  buraco negro, quando aberta. Um buraco negro com pernas. Horrível. Medonho!

Por favor, meus amores, formulem aí umas teorias fantasticamente brilhantes quanto ao significado desta miscelânea toda. Não deve ser assim tão difícil quanto isso. Eu acredito nas vossas veias entendedoras-de-sonhos!



P.S.: Peço desculpa por vos ter submetido à leitura deste post tão... tão... Peço desculpa. A sério.

4 comentários:

Inês disse...

Ahahahahaha!!!
Vai à Indía e ajoelha-te ao pé de uma vaca, porque elas lá são sagradas.

Anira the Cat disse...

Alguma indigestão de massa com carne de vaca??

Bjokas

Leila Reis disse...

ahahahaha, o que me ri!
eu sonhei há dias que estava a ser atacada por mini rato que entravam pelas juntas do chão do meu quarto, e acordei à luta com os lençóis :)

Mariana marciana disse...

Hahaha
Pois tenho a certeza que foste surrealista, aliás acho que ainda és :P
Beijocas!!