Quantos andam por aqui?

27 de setembro de 2009

Pessoas que nos mudam

À bocado estava a ler uns textos e calhei num sobre a influência que alguns professores tiveram na nossa maneira de ser, gostei bastante deste assunto. Lembrei-me de vários professores que apesar de não os ver com a regularidade com que gostava, é sempre bom revê-los, pois ensinaram-me bastante. A minha professora de português (do 8º e 9º ano) é um modelo que eu quero seguir quando for mais crescida. Aquela senhora nunca pára de me surpreender, o seu lema de vida, a sua maneira de ver as coisas... transcedem-me! Quando a minha mãe me disse pela 1ª vez "A professora G* vai ser a tua professora" eu congelei, a sério! Todos falavam mal dela, quando a descreviam era como se tivessem a descrever o diabo. E o que mais me assustava nela, além de ser muito alta e bem constituída fisicamente, era ter a francha pintada de cor-de-rosa. Vá lá agora pode não parecer assim tão mau, mas para uma menina de 12 anos era imenso. Ela ensinou-me a dar sempre o meu melhor e mesmo quando os resultados não fossem tão bons a não desistir. Hoje em dia cada vez que vê a minha irmã diz-lhe para me dar 2 beijinhos. Acho que é altura de eu ir visitá-la, porque eu anteontem sonhei com ela... Não sei porquê mas os professores de português sempre me marcaram imenso, não é que eu gostasse da disciplina, mas gostava de ouvi-los (mas há excepções). O prof. de português do 12º é a pessoa mais inteligente e mais imprevisível que eu já conheci. O senhor sabe tudo "peço desculpa se eu alguma vez vos dei a impressão que sabia tudo, porque não sei" oh oh, eu gostava de ter apenas metade do conhecimento dele que já me dava por feliz. As aulas de português eram sempre diferentes, podiamos estar a dar matéria que era sempre bom ouvi-lo falar. Lembro-me do que ele me disse em Amesterdão "apesar de tudo, o melhor que vocês têm é serem vocês próprios". Foi quase uma lição que ele me deu ali naqueles segundos. Eu sempre tentei ser igual às outras, porque elas eram boas e eu não. Quando elas usavam uns casacos comprados na loja X eu também queria um porque pensava que se o usasse podia ser bem aceite... nunca fui. Só nos deu aulas 1 ano, mas foi daquelas pessoas que me mudou imenso e agradeço-lhe imenso isso. Por fim, a prof. de geometria, aquela disciplina que eu era um zero à esquerda, que só de pensar nela os meus medos vinham todos à tona. Mas a minha paixão pela fotografia devo, em grande parte, à professora T*. Quando vi a exposição que ela tinha montado com as minhas fotos nem sabia o que lhe dizer! Ver o meu trabalho (muito básico, mas meu!) ali para todos verem foi... não sei explicar, fez com que valesse a pena tudo aquilo. Foi ela que me aclarou as ideias quanto ao curso a seguir, e agora, reparando, fiz bem em seguir as indicações que ela me deu.

Tive muito mais professora que me ensinaram a ver as coisas de outra forma, mas os que eu aqui falei foram os que me marcaram mais. Já não sou aquela pessoa que pensa que todos são melhores que eu, que não valho nada. Posso não ser a melhor, posso estar muito longe disso, mas sei que se me esforçar consigo fazer muito mais e melhor. Já começei a traçar caminhos que quero seguir, quero fazer tudo a que tenho direito. Quero tornar-me melhor.

Claro que nem sempre tive bons professores, longe disso! Cruzei-me com pessoas que me fizeram conhecer uma parte de mim menos boa, pessoas que quase não mereciam o meu respeito... Acho que temos de realçar as partes boas do passado, porque as piores para nada nos servem, já as melhores fazem com que tenhamos mais vontade de seguir em frente.

6 comentários:

Caroline Farias disse...

Sempre temos algum professor que nos marca muito de alguma forma.
Eu, sou com a professora de português também ela pra mim é como se fosse a minha 2ª mãe, as suas palavras, as aulas, nossa!
Sempre palavras para ela!
Gosto de fotografia também!

Beeijoo, tem post novo lá no blog dá uma passada lá. ;*

japanese lollipop disse...

:)

ADEK disse...

Que tema tão giro! Acho que a primeira professora a marcar-me verdadeiramente foi a da Primária. Tive sorte, muita sorte. Ensinou-me muito (matéria escolar e valores sociais) que ainda hoje muito prezo, e que, se não tivesse aprendido lá, não teria aprendido em mais lado nenhum!*

Olhos Dourados disse...

Também tive muito bons professores=)

Susana S' disse...

Eu também tenho vários professores que me marcaram. Por exemplo o meu prof de GD do ano passado (eu não sou nenhum 0 à esquerda graças a ele xD), o prof de matemática do 9º ano, enfim...muitos.

Lia disse...

o que eu gostava de deixar uma marca nos alunos que "me passam pelas mãos"