Quantos andam por aqui?

8 de agosto de 2009

É que há coisas...

Isto aqui em casa devia ser uma democracia, a maioria é que deveria ver a sua decisão levada para a frente... Mas e se a palavra da maioria não valer um cêntimo furado ao meio e ter de fazer o que a chefe manda? Ah isso aí já é outra história. Portanto, a vontade da minoria ganhou (grrrh) e lá fomos todas para a praia (muita areia, muita gente, muito calor, muitooooo tédio... ui!). Depois de perder uns jogos de Uno (não sei o porquê de perder QUASE sempre) foi a altura de começar a observar o comportamento das criaturas fantásticas que decidem tomar banho em vitamina D (e que depois resulta em pernas escaldadas... eu sei do que falo...). As tias chegam à praia todas artilhadas com fios, pulseiras, óculos xpto, saias que nunca mais acabam (ou mal começam), chapéus que dão para tapar o sol a mais 3 ou 4 pessoas... é só escolher e ali há de tudo. Depois de se tererem despojado dos seus pertences dei por mim supresa "eh lá, são mulheres normais!". Quer dizer têm pernas, braços, olhos, nariz, orelhas e boca, mas tirando isso são mulheres! A ver se me faço entender, apesar de gostarem de falar da vida dos outros (o que me interessa a mim que a X namore com o Y, ou que o W vá passar férias no lugar T?), de tentarem seguir as tendências, de olharem os outros como se fossem "gentinha que não importa a ninguém", apesar disso tudo elas são como todas as outras! Imaginem essas senhoras sem as unhas de gel, sem as madeixas (em grande parte loiras), sem os quilos de maquilhagem que fazem maravilhas, sem as roupas todas xpto e vejam no que dá....
Ora bem, depois de observar a gente que por ali passava foi a altura de ler a revista que a mãe comprou. Porquê? A sério, quem é que se dá ao trabalho de comprar aquelas coisas diariamente (ou semanalmente não sei!)? A minha grande surpresa foi ao chegar à parte dos Passatempos... eh lá perguntas que exigiam um Q.I. demasiado elevado! Não é decente porém aquilo ali, onde é que se imaginou uma pergunta destas numa revista cor-de-rosa "01. Cesário Verde foi um: a) Cientista Português b) Poeta Português c) Poeta Brasileiro d) Músico Brasileiro". Vá-se lá imaginar pôr isto numa revista deste calibre, onde é aquela gente tem a cabeça? Se perguntassem com quem é que o Cristiano Ronaldo namora, isso sim! Isso já as tias sabiam responder (será?). Porque é que quando vou para a praia só reparo nestas coisas? É que há coisas...

Portanto, acho que nunca escrevi um post com tanta ironia.

5 comentários:

Patrícia disse...

Eu este verão não podia mais ouvir falar do 24horas....raios!mas é que não tem interesse nenhum...

bijinho bom!;D

Plagiator ;D* disse...

ves como tens mto para escrever? ;D

Artamidae disse...

a do Cesário Verde é surreal!
por vezes é inevitável não reparar em certas coisas, quando pensamos que vamos relaxar ficamos incomodados/revoltados!

Jo. disse...

As tias chegam à praia todas artilhadas com fios <- amei xD


cá para mim pensam q o cesario verde é um cantor brasileiro ahahahah :x canta a ceifeira xD

J. disse...

Essa pergunta é um mimo :D

E também me ultrapassa as pessoas que vão cheias de acessórios para a praia. Mas gosto sempre da parte da pouca maquilhagem e artilharia pipi... aí é que se vê como realmente são!