Quantos andam por aqui?

29 de dezembro de 2008

O meu mundo (Im)Perfeito

O mundo mudou! Sim, isso já eu tinha visto à muito tempo, mas cada vez que olho para a televisão dou conta desta realidade. Já nada é como era antigamente, e este antigamente não tem de ser 10 ou 15 anos, bastam 5. Hoje em dia vê-se o Primeiro Ministro a distribuir computadores portáteis às criançinhas; escolas em aldeias com um número insignificante de habitantes, equipadas com as mais recentes tecnologias; telemoveis para crianças a partir de 3 anos. Eu pergunto-me qual será o porquê disto tudo?! Estamos numa época em que nada de marcante se faz. Não há uma corrente artística que fique para a história (jã não há arte como antigamente, já não existem Da Vinci's, Botticelli's... nada!), invenções (não me refiro a iphones nem ipods, nem coisas dessas. Falo de invenções comparadas à invenção da locomotiva a vapor, ou da hélice, coisas que façam diferença nos nossos dias!). Até a guerra mudou. Nos filmes antigos vêem-se os homens com as camisas cheios de folhos, grandes chapéus com penas, espadas cintilantes... ai, até nisso se perdeu a beleza. Hoje em dia vêem-se homens fardados, com capacetes, as espadas foram substituidas por bombas e pistolas... perdeu-se a dignidade e igualdade. O homem não é capaz de manter a igualdade, tem sempre de existir discrepâncias entre raças, etnias, religiões. Tenho pena que esta geração tão rica, tão cheia de potencialidades não evolua. Hoje em dia a música já não é o que era. Eu gosto de ouvir música dos anos 70's e 80's, acho que tem significado e dá gosto ouvir. A música de agora é vazia de significado, raros são os músicos que lhe dão significado, que contam uma história. Quando se analisa uma letra pode-se ver que só fala de amores e desamores, e daí não passa. É triste, mostra o lado superficial de uma sociedade (eu vejo-o assim, porque também já não há amor como antigamente. Hoje em dia quem termina uma relação pode começar outra se quiser, porque deixou alguém que "se calhar não a merecia" ou "não era a tal"). Apesar de tudo há uma coisa em que evoluimos: na Ciência. Sim, eu acredito na ciência. Digamos que é, para mim, o Deus moderno. Como eu não acredito em Deus, acho que a Ciência é a coisa que é capaz de nos salvar. É claro que não é infalível, mas qual é a coisa que é perfeita?
Sim eu sei, se o mundo fosse perfeito perderia o encanto, mas qual é o encanto deste mundo? Vivemos num mundo em que 96% da riqueza mundial está atribuida a 1% da população, existem milhares de pessoas a morrer com sida em África (o equivalente a 2 11\Setembro por dia), crianças a serem dadas para exploração sexual pelos próprios pais em troca de comida, cada vez há mais assaltos por coisas mínimas... Perdoem-me se eu digo que preferia um mundo perfeito, mas o dinheiro não é perfeito logo o mundo não o pode ser. Tudo gira à volta do dinheiro o "pão nosso de cada dia" desta sociedade. As pessoas estão a tornar-se cada vez mais egoístas e frias, eu mesma estou mais fria. Quando passo por crianças que estão longe dos pais, pessoas sem casa, já não consigo sentir a pena que sentia à uns anos. É o reflexo da socieade em mim, eu critico as pessoas que me rodeiam, mas eu sei que sou uma delas. É por isso que quero mudar. Quero que ao mudar as pessoas também mudem e assim tudo melhore. Não peço um mundo perfeito, mas sem tantas injustiças e diferenças.

3 comentários:

Danii disse...

Obrigado Mário pela conversa :)



(Vês vês não me esqueci xD)

Plagiador disse...

smpr às ordens :]

Buh! disse...

oh q conversa? andaram a falar de mim e nao me convidaram? pq?

PERDOEM-SE ESTÁ BEM? andaste a ler a biblia..é pq parece xD

não podes mudar a humanidade inteira sozinha...podes mudar um grupo de pessoas, podes mudar a tua vida e isso obviamente irá influenciar a vida dos outros