Quantos andam por aqui?

16 de dezembro de 2008

"Justifique e comente o seguinte texto:"

Porque é que nunca consigo escrever o que realmente acho sobre alguma coisa? Desde sempre que tive dificuldades em exprimir o que sinto, e isso não é só na escrita, é também nas palavras. Se tenho dificuldades em escrever, em traduzir por letras aquilo que sinto o que é que me prende aqui? Porque é que eu não apago este blog e nunca mais me interesso por isto? O que é? Tenho dias em que as palavras parecem que saiem dos dedos, basta pousar as mãos no teclado e os dedos sabem automaticamente qual é o lugar deles. Porém, existem dias em que escrevo 4 e 5 textos e nenhum deles significa qualquer coisa para mim. Por vezes sinto uma repulsa enorme ao que faço, parece que nunca é suficiente. Quando parece que descobri qualquer coisa, essa certeza acaba sempre por se desmoronar. Quando faço um desenho engraçado descubro sempre defeitos que me fazem odiá-lo, escrevo um texto mas que comparado com o de outra pessoa não vale nada, tiro uma fotografia mas que não vale nada... É sempre assim. Tento superar-me vezes sem conta, mas nada! Nunca é suficiente. E isto aplica-se aos textos, à minha capacidade de interpretá-los. Por mais que eu saiba daquele tema, que tenha vivências com aquela realidade nunca sai nada. Saem apenas letras que formam palavras e que parece que foram atiradas ao ar e que formaram frases. Ainda fico com a questão: O que é que me faz com que não apague tudo isto? O que é que me prende aqui? Se eu não sei escrever devia-me resignar e não formar estas coisas sem nexo, sem objectivos...

1 comentário:

Buh! disse...

ja pensaste q o problema não está no q fazes mas sim no facto de te comparares a outra pessoa?
nao apagas pq o blog é a tua forma de mandares cá para fora o q prendes ai dentro