Quantos andam por aqui?

24 de fevereiro de 2015

Do coração. XVIII

Esta noite sonhei contigo. E a noite passada. E a outra antes dessa. E todas as outras desde a última vez que te vi. És sempre tão irónico mas tão preocupado, exactamente o que me fez notar em ti. Abraços. Sorrisos. Olhares. Tudo tão bonito e cenas quase-à-filme, mas depois acordo. E não estás aqui. Nem vais estar. Estás não sei onde, a fazer não sei o quê, não sei com quem. Eu tento não chorar, tento seguir em frente, tento reparar em novas pessoas, tento habituar-me... Tento.

1 comentário:

Green disse...

Dá tempo ao tempo e verás que tudo passa :)